Supostos desalinhamentos de ideias e objetivos entre o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Roberson Bondaruk, e seu vice, coronel César Alberto Souza, levaram à queda do subcomandante. Quem já assumiu o lugar do coronel César, destituído quinta-feira do cargo por Bondaruk, é o coronel Vilmar Becker, que estava na chefia do Estado Maior da PM. Apesar de confirmar a troca de cadeiras, a PM negou o desentendimento entre os coronéis.

UPS

César também coordenava as Unidades Paraná Seguro (UPS). Assim que voltar de férias, vai deixar também esta função para trabalhar diretamente com o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, chefiando o Fundo Estadual de Segurança Pública do Paraná (Funesp).

Após confirmar as trocas, Bondaruk afirmou ao jornal Gazeta do Povo que um dos objetivos do coronel César ir para o Funesp é “agilizar” a logística da segurança pública.

O coronel Péricles de Matos, comandante do 6.º Batalhão Regional, responsável pela Região Metropolitana de Curitiba, acumulará a função de coordenador operacional da PM. O Estado Maior será assumido pelo coronel Altivir Cieslak, que estava na Corregedoria da PM.