O corpo de um homem foi encontrado carbonizado debaixo de uma árvore, num terreno baldio entre as Ruas Isaac Guelmann (via rápida centro-bairro) e Rua Mário Chaubald Biscaia, no Novo Mundo, na manhã de ontem. Ninguém soube dizer quem era o homem, pois, segundo moradores, o terreno é habitado por diversos andarilhos e usuários de drogas.

Segundo apurou o perito Alcebíades da Costa Neto, é possível que os andarilhos que moram por ali tenham se desentendido e a vítima foi atingida com pauladas na cabeça. Apesar do corpo queimado, o perito conseguiu verificar lesões na cabeça da vítima. No canto da cerca de arame foi encontrado um pedaço de caibro, sujo de sangue, possível arma usada na agressão. Depois de desacordado ou morto, caído no chão, o homem foi incendiado.

Moradores contaram que viram fogo embaixo da árvore, durante a madrugada, mas não perceberam que o que estava sendo queimado era um corpo. ?Como o pessoal sempre faz fogo por aí, achei que tinham feito uma fogueira para se esquentar. Não liguei?, relatou uma moradora em frente ao terreno, que observou as chamas pouco depois da meia-noite, quando olhou na janela antes de deitar.