Cerca de 10 mil crianças gritaram "Hoje é dia de Proerd!", em frente ao Palácio Iguaçu, durante a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Eram alunos da 4.ª série de escolas públicas e privadas de Curitiba, que passaram pelo curso dado pela Polícia Militar, e foram recepcionadas pelo governador Roberto Requião e os secretários da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, e da Justiça, Aldo Parzianello. Nas outras cidades do Estado, mais 55 mil crianças concluem as atividades.

Desde que foi implantado, em 2000, o Proerd já formou 400 mil crianças. Estudo feito pela Universidade Federal do Paraná com 105 crianças, cinco anos depois de elas terem participado do curso, comprovou que apenas 5 tiveram algum contato com entorpecentes, mas não continuaram o uso. "O Proerd é uma ferramenta poderosa contra o flagelo das drogas", avaliou a major Rita Aparecida de Oliveira, coordenadora operacional do programa.

Para a formanda Graziela de Miranda Cabral da Rosa, 10 anos, do Colégio Estadual Barão do Rio Branco, o Proerd ensinou muitas coisas. "Eu aprendi como resistir às drogas, ter auto-estima e nunca usar nem bebidas alcoólicas. Vou passar o que aprendi para todos", disse ela. Atualmente, o Proerd está presente em escolas de 164 municípios. As escolas que tiverem interesse no programa podem entrar em contato com o Batalhão da Polícia Militar de sua cidade ou ligar para a coordenação estadual pelo telefone (41) 3304-4748 ou 3304-4749.