Valquir Aureliano
Corpo achado em matagal.

O cadáver de um homem foi localizado por crianças, que retornavam da escola e passavam pela estrada da Rancheira, na localidade de Cupim, em Campina Grande do Sul. Eles avisaram seus pais, que chamaram a polícia, por volta das 12h30 de ontem.

O desconhecido foi morto com um tiro no rosto. Ele estava com a calça preta e a cueca abaixadas, camiseta regata colorida e calçava uma bota de borracha. A vítima carregava no bolso uma cédula de R$ 5,00. O chapéu preto estava caído próximo ao corpo.

A escrivã Elisa Helena Greber, da delegacia de Campina Grande do Sul, esteve no local do crime. Ela disse que a perícia adiantou que a vítima foi morta no local, provavelmente durante a madrugada de ontem. "Tudo indica que os autores tentaram esconder o corpo atrás de um pequeno morro, às margens da estrada, arrastando a vítima, por isso a calça estava arriada", explicou Elisa. A policial acredita que a vítima residia nas proximidades, mas nenhum morador que estava no local a identificou. "Vamos aguardar a identificação da vítima no Instituto Médico Legal (IML), para onde o corpo foi removido, para intensificarmos as investigações", salientou a escrivã.