Adriano foi abordado
por dois desconhecidos.

Adriano Ribeiro dos Santos, 20 anos, foi assassinado a tiros, enquanto passeava com a namorada, às 14h50 de ontem, pela Rua Chanceler Lauro Müller, Parolim. A vítima foi alvejada por dois disparos, que acertaram o rosto e peito. Poucas informações foram repassadas aos policiais militares e da Delegacia de Homicídios que atenderam a ocorrência. No local prevalece a "lei do silêncio", conforme comentou o soldado Caetano, do 13.º Batalhão.

Cláudio, um dos irmãos da vítima, também não soube informar como Adriano foi morto e o que teria motivado o crime. Ele foi avisado no trabalho sobre a tragédia e correu para o local. "Que eu saiba, meu irmão não tinha problemas com ninguém", afirmou.

Segundo informações, a vítima saiu de casa com uma motocicleta Bizz e rodou por algumas quadras antes de ser executada. Ele tinha a intenção de encontrar a namorada. Na Rua Chanceler Lauro Müller, o jovem teria sido abordado por dois homens. Não foi informado se houve alguma discussão antes dos disparos ou se, naquele momento, Adriano estava sozinho ou em companhia de sua namorada.

Moto

A vítima caiu morta no meio da rua, em frente a residências e pessoas que trabalhavam na limpeza das moradias, e crianças que brincavam. Com a chegada da polícia, ninguém se prontificou a passar informações. No local foi dito que a motocicleta que era pilotada por Adriano foi recolhida pela namorada dele, o que faz supor que ela estava junto quando o crime aconteceu. Ela estava bastante abalada e não conversou com os PMs. Depois não foi mais localizada.

Após o trabalho da Polícia Científica, o corpo foi recolhido ao IML.