Na noite do último domingo (25), o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) com apoio do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Delegacia do Adolescente, Deelgacia de Explosivos, Armas e Munições (Deam) e Deelgacia de Proteção ao Meio Ambiete (DPMA) realizou fiscalização em casas noturnas que tinham denuncia anônima contra, informando que naqueles locais ocorreria exploração sexual de adolescentes e venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos.

A ação resultou na condução do gerente de umas das casas para o CIAC para lavratura de termo circunstanciado, por permitir entrada de adolescentes na casa sem portar alvará para tanto e venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos.

Os adolescentes encontrados no local foram entregue para a Fundação de Ação Social (FAS). Na noite da operação, foi registrado ainda um auto de prisão em flagrante por violência doméstica.

A operação é o resultado dos trabalhos realizados na Semana de Enfrentamento à Exploração Sexual Infantojuvenil, em que a delegada Luciana de Novaes, titular do Nucria, ministrou palestra aos demais órgãos vinculados à segurança publica, orientando-os da importância do canal disque 100, oriundo da Secretária de Direitos Humanos da Presidência da República.