Denunciado anonimamente, Sérgio Lacerda, 27 anos, foi preso ontem à tarde por agentes do serviço reservado do 17º Batalhão da Polícia Militar, enquanto vistoriava as obras de uma lanchonete no Jardim Califórnia em Araucária. Os policiais foram até a casa dele e no quarto, encontraram uma pistola 380 e um revólver 38. Segundo a polícia, ele tem passagens por porte ilegal de arma de fogo e foi levado para a delegacia local, para ser autuado novamente pelo mesmo crime.

Na delegacia foi apurado que Sérgio é suspeito de cometer um homicídio. Conforme disseram os policiais militares que fizeram a prisão, o indivíduo é o principal suspeito de matar Diego Martins de Oliveira, 23, o “Dieguinho”, em um tiroteio no bairro Iguaçu, na noite de 22 de abril.

Segundo os policiais, que não podem ter os nomes divulgados, Sérgio havia alugado uma casa temporariamente e feito com que essa informação chegasse até Dieguinho. Quando o rapaz, que também tinha várias passagens pela polícia, chegou até a residência atirando, foi recebido com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça e morreu. De acordo com investigadores da DP e Araucária, Sérgio nega as acusações. Entretanto, questionado sobre a localização da escopeta, ele disse que estaria na casa de seu pai, no interior do Estado.