A denúncia de que o corpo de uma mulher estava enterrado na Vila Iasmin, Uberaba, mobilizou as polícias Civil e Científica na noite de ontem. Investigadores da Delegacia de Homicídios, acompanhados do perito Adilson e de funcionários do IML, fizeram algumas escavações no terreno indicado pelo denunciante, mas nada foi encontrado.

Seguindo indícios de terra fofa,policiais usando pás e picaretas cavaram em vários pontos do terreno, mas a poucos centímetros da superfície a terra estava compactada, dificultando o trabalho, que foi interrompido. As diligências devem prosseguir hoje, à luz do dia, com a ajuda de máquinas adequadas ao serviço.

A mulher, que supostamente estaria sido enterrada naquele local, seria uma testemunha da chacina ocorrida naquele bairro, no início do ano.