O árbitro mediador José Aparecido de Santana, preso na manhã de quarta-feira (1) acusado de pedofilia, já foi interrogados na delegacia de São José dos Pinhais. A menina de 11 anos que aparece nas fotos com Santana prestou depoimento acompanhado pelo Conselho Tutelar. O superintendente Clóvis Pinheiro explicou que não havia contradições e foram confirmados cinco contatos do pedófilo com a criança. Em um dos últimos, a menina, que sequer tinha menstruado, perdeu a virgindade.

José só teria parado de abusar da menina, porque a vizinhança começou a desconfiar e o Conselho Tutelar recebeu uma denúncia. O Conselho foi até a casa da vítima e do suspeito mas, como não houve o consentimento da mãe para que a menina fizesse exame de corpo de delito, o crime não foi confirmado na época.

Antecedentes

O árbitro já tem passagem pelo mesmo crime, em Santa Catarina, entre 2002 e 2003. Ele foi condenado em 2005. Com base nas fotos recolhidas, não se descarta a possibilidade de que tenha abusado de outras meninas. Pelas fotos tiradas no motel é provável que ele tenha consumado o sexo com elas, que também aparecem à vontade nas fotos.