A trégua na violência teve fim na manhã de hoje (02). Depois de 87 horas sem nenhum homicídio em Curitiba, uma mulher a caminho do trabalho encontrou o corpo de um rapaz morto a tiros na Vila Pantanal, Alto Boqueirão, e acionou a Polícia Militar.

Dom Diego Mikael Antônio tinha 22 anos e seguia, por volta das 7h, de bicicleta para o trabalho em uma empresa de reciclagem na vila. Quando ele passava por um trecho de estrada de chão que não tem nenhuma residência nas proximidades, na Rua Jaboti, foi surpreendido pelo assassino e morto com pelo menos três tiros.

Ele caiu com as pernas ainda presas na bicicleta, e morreu na hora. O corpo foi encontrado menos de meia hora depois. Três cartuchos de pistola foram encontrados próximos ao corpo, e foram apreendidos para serem periciados no Instituto de Criminalística.

Uma testemunha relatou a policiais da Delegacia de Homicídios que moradores da vila expulsaram alguns traficantes da região há pouco tempo. Os criminosos ameaçaram todos de morte, e podem ter matado Dom Diego como cumprimento de parte da ameaça. A Delegacia de Homicídios investiga a versão.