Investigadores da Polícia Civil, lotados na delegacia do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, identificaram a placa do carro de um suspeito de integrar uma quadrilha internacional acusada de furtar aparelhos celulares e notebooks de passageiros e usuários do aeroporto. Sabe-se, até o momento, que quatro pessoas estão envolvidas nos crimes: um uruguaio e três peruanos. Destes, um dos peruanos foi preso em 1.º de julho e o uruguaio “caiu” após furtar um aparelho celular em um restaurante, em Curitiba, no dia seguinte.

Identificação

A polícia acredita chegar na identificação e prisão dos demais integrantes a partir da descoberta da placa do veículo. Pelas informações levantadas, a quadrilha está agindo desde o ano 2000. As vítimas contaram que um homem com sotaque espanhol realizava a abordagem pedindo informações, fazendo com que os passageiros se distraíssem. A desatenção custava caro. Um outro indivíduo se aproximava e realizava o furto. Os objetos eram levados ou as malas dos passageiros eram trocadas por outras, cheias de papel.