Um desconhecido foi assassinado com um tiro na cabeça, na madrugada de ontem, na Rua Natalício Barbosa Neto, próximo ao canal extravasor, no Jardim Holandês, em Piraquara. O corpo só foi encontrado às 6h30, quando moradores saíam para trabalhar e avisaram a Polícia Militar.

Várias pessoas que residem nas proximidades do local do crime contaram que ouviram tiros e barulho de veículo no local. Porém, há divergência entre os horários. Alguns afirmaram que os disparos ocorreram às 23h e, outros, durante a madrugada. Eles comentaram ainda que a rua é utilizada para o consumo de diferentes tipos de entorpecentes. ?É perigoso andar por esta rua depois que escurece?, contou um morador, que prefere não ser identificado.

O delegado Hertel Rehbein, titular da DP de Piraquara, informou que no bairro, considerado um dos mais violentos da cidade, é comum ocorrerem mortes motivadas pelo tráfico. ?Possivelmente este crime também tenha relação com drogas, mas ainda é cedo para afirmar?, ponderou o delegado. Hertel disse que aguarda familiares reconhecerem a vítima no Instituto Médico-Legal (IML) para intensificar as investigações.

A vítima aparenta ter entre 20 e 25 anos, é morena, e usava bermuda bege, camiseta azul e chinelos verdes. O homem possui uma tatuagem de um carneiro.