Policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prenderam, na última semana, cinco homens por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Estão presos Irisandro Schnemckemberg, 36 anos, Marlon Alves, 26 anos, Maykon Garcia de Campos, 28 anos, Vinícius Eduardo Santos da Silva, 21 anos, e Joarez Machado Neto, 20 anos. Todos eles já tinham condenações por roubo a bancos e estavam cumprindo penas em regime semi-aberto.

Na operação do Cope também foram apreendidos quatro veículos com alerta de furto ou roubo, dois veículos sem alertas, quatro TVs, cinco notebooks, um revólver calibre 38 municiado e documentos das vítimas.

Segundo o delegado-adjunto do Cope, Leonardo Bueno Carneiro, na tarde do último dia 2, policiais civis do Cope receberam denúncia anônima sobre dois homens que iriam buscar um Citröen C3 prata, roubado no dia anterior, no terminal do Fazendinha, em Curitiba.

“Quando Schneckemberg e Alves foram buscar o veículo, usando um Peugeot 307, foram abordados. Logo após a identificação constatou-se que Alves também buscaria um Fluence furtado na manhã do mesmo dia”, contou o delegado.

Quando a equipe do Cope chegou ao local de encontro da entrega do Fluence, abordou um Siena chumbo e identificou o motorista como sendo Campos e o passageiro Silva, que estava com a chave do Fluence furtado, localizado a algumas quadras do local. Na continuidade da investigação, a equipe averiguou que o Fluence tinha sido furtado durante uma assalto a uma residência.

Casa

Os policiais do cope fizeram uma revista na casa dos dois marginais e encontraram quatro TVs, cinco notebooks, documentos de vítimas, dois veículos (sem alerta de furto ou roubo) e um revólver calibre 38 municiado. “No local também foi preso Neto, com um alicate de corte 24, conhecido como ‘corta frio’ ”, contou o delegado.