Um ex-funcionário de uma empresa de informática na Cidade Industrial foi preso por envolvimento no furto de 2.520 processadores de computador, avaliados em quase R$ 500 mil, em 3 de março.

Bruno de Melo Santos, 23 anos, foi detido quando passeava de bicicleta pelo bairro, na terça-feira. Outros três ex-funcionários da firma também são suspeitos de participar do crime. Irineu Luz, 36, foi indiciado em inquérito policial. Douglas Alves Passos, 25, e Luciano Rodrigues Cardoso, 27, estão foragidos.

Divulgação
Douglas: “clandestino”.

Os suspeitos foram flagrados pelas imagens das câmeras de segurança da empresa, segundo o delegado Gerson Machado, do 11.º Distrito Policial (CIC). Luciano, que também trabalhava na empresa, foi o responsável pela venda da carga a receptadores de Curitiba juntamente com Bruno, de acordo com o delegado.

Buscas

Divulgação
Luciano também é foragido.

Douglas e Luciano estão com a prisão decretada. “Douglas já havia sido deportado da Inglaterra onde viveu por algum tempo como clandestino”, disse o delegado. Quem tiver informação sobre o paradeiro deles deve entrar em contato com os investigadores Righetto e Rafael pelos telefones 3347-1608 e 3347-1122.