A polícia divulgou imagens cedidas pelos Banco do Brasil e Unibanco, referente a dois roubos de caixas eletrônicos que ocorreram na semana passada. Investigações da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) levam a crer que ambos foram praticados pela mesma quadrilha, devido ao modo semelhante de agir, quantidade de envolvidos e o veículo utilizado para carregar os equipamentos, uma Fiorino branca sem placas.

O primeiro roubo ocorreu na madrugada de 29 de janeiro, contra a agência do Unibanco da Avenida Marechal Floriano Peixoto, na Vila Hauer. Usando alavancas e outras ferramentas, os bandidos arrancaram o caixa do chão. Além de esconderem os rostos com capuzes e roupas, eles jogaram uma bomba de fumaça dentro da área dos caixas, para tentar prejudicar a gravação feita pelas câmeras de segurança. Porém, mesmo com muita fumaça, as imagens registraram a ação de oito pessoas.

O outro roubo ocorreu em uma agência do Banco do Brasil, na mesma avenida, mas no Boqueirão, próximo ao quartel do Exército, em 2 de fevereiro. As imagens mostram claramente a ação de nove bandidos. Em ambos os crimes, a ação dos arrombadores não dura mais que dois minutos. Uma semana antes do roubo à agência do Unibanco, outra, do mesmo banco, no centro de São José dos Pinhais, também teve o caixa levado, provavelmente pela mesma quadrilha.

O delegado Rubens Recalcatti, titular da DFR, assegura que já tem pistas dos assaltantes, e que parte deles é de Santa Catarina. A DFR conseguiu apoio da Polícia Civil catarinense e da Polícia Federal, e tem expectativas de colocar a mão na quadrilha em breve. Existem indícios que o bando tenha relação com um material suspeito apreendido numa residência em Piraquara, na metade de janeiro.

Empresas também são vítimas

Marcelo Vellinho

A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) divulgou, ontem à tarde, imagens de dois assaltos realizados a escritórios na semana passada em Curitiba. Flagrados por câmeras de segurança, suspeita-se que os roubos tenham sido cometidos pela mesma dupla de assaltantes. No total, foram levados cerca de R$ 25 mil.

O primeiro assalto aconteceu por volta das 11h30 de terça-feira da semana passada, quando dois bandidos perseguiram uma funcionária do Sindicato dos Servidores de Saúde do Paraná (SindSaúde/PR) até um prédio comercial localizado na Rua João Negrão, no centro. A câmera de segurança do salão de entrada do prédio flagrou os assaltantes próximos da vítima, que levava um malote com aproximadamente R$ 20 mil.

Outra câmera, instalada no elevador, registrou quando um dos ladrões, sem deixar a porta fechar, apontou a arma para a funcionária, ignorando os demais ocupantes do elevador. Com o malote nas mãos, os bandidos fugiram. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, ?ninguém mais foi rendido?.

No dia seguinte, no mesmo horário, outro assalto a mão armada, também praticado por uma dupla, foi filmado. O crime aconteceu no estacionamento de uma empresa de monitoramento, na Rua Padre Germano Mayer, no Juvevê. Um funcionário, que estava em um Uno Mille, foi abordado pelos ladrões e teve cerca de R$ 5 mil roubados.

?O modo de agir dos bandidos e as imagens dão a entender que os autores sejam os mesmos?, analisou Recalcatti. O delegado acredita que, com a divulgação das imagens, testemunhas reconheçam os criminosos e procurem a delegacia. O telefone da DFR é (41)3262-2800.