Nilson e Darci, flagrante.

Dois homens foram presos em São José dos Pinhais por derrame de notas falsas. Com eles foram apreendidas 114 cédulas de R$ 50,00. De acordo com o superintendente Altair Ferreira, a polícia começou a investigar o caso a partir da queixa de uma pessoa que vendeu o telefone celular e foi paga com dinheiro falsificado. As investigações levaram a polícia até Nilson da Silva, 33 anos, que foi abordado no bairro Cidade Jardim, naquele município. Ele carregava consigo 30 notas falsas.

Interrogado sobre a procedência das notas, Nilson contou que havia conseguido com Darci Armando Frank, 45 anos, que foi preso na seqüência, no Jardim Eldorado. Na casa, a polícia encontrou outras 84 notas. O superintendente informou que o material falsificado é de boa qualidade e que a dupla foi autuada em flagrante por circulação de moeda falsa, cuja pena de detenção varia de 3 a 12 anos.

Foz do Iguaçu

Darci relatou que havia comprado as cédulas falsificadas em um posto de gasolina em Foz do Iguaçu, há oito meses, e que o vendedor era um paraguaio. “Comprei R$ 20 mil em notas falsas de R$ 50,00 e paguei por isso R$ 2 mil”, afirmou. Darci havia saído da delegacia de São José dos Pinhais há 90 dias, onde ficou detido por porte ilegal de arma. Ele já havia cumprido pena de 12 anos na Penitenciária Central do Estado, por furto, saindo em 2001.