Uma discussão em frente a casa onde morava, na Rua Laudelino Afonso da Rocha, continuação da Rua 1.º de Maio, na Vila São Pedro, acabou em morte para o porteiro José Antônio Lemes de Pontes, 52 anos. O crime aconteceu por volta de 21h15 de sexta-feira. José foi morto com um tiro no peito, na altura do coração.

Ao lado do corpo havia uma faca limpa, que segundo o depoimento de sua mulher, ele sempre carregava consigo. no entanto, José não conseguiu reagir e evitar a morte.

Os policiais militares Machado e Sérgio, do 13.º Batalhão, disseram que foram acionados pelo Siate, que chegou no local e encontrou o homem morto. ?Os vizinhos disseram ter ouvido vários tiros, mas ninguém viu nada?, contou Machado.

Segundo relato da mulher da vítima, feito ao investigador Castro, da Delegacia de Homicídios (DH), ela, José e os dois filhos estavam morando na residência há menos de um mês. Antes disso moravam no Santa Cândida. ?Os pertences da família já estavam encaixotados novamente e segundo a mulher, mudariam em alguns dias?, disse Castro.

José tinha antecedentes criminais, segundo a polícia.