A Delegacia de Furtos e Roubos divulgou ontem o retrato falado aprimorado do criminoso que atirou contra o empresário Lisandro Teixeira dos Santos, 32 anos, na tarde de sábado. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, a imagem que está sendo divulgada tem 95% de proximidade com a fisionomia do assassino.

Na tarde de segunda-feira o delegado foi até o Morro da Formiga, em Almirante Tamandaré, em busca dos assassinos. A polícia não descobriu o paradeiro dos marginais, mas encontrou uma pessoa que pode fornecer informações importantes para ajudar nas investigações. O indivíduo foi levado à delegacia, mas Recalcatti manteve em sigilo o nome e o teor do depoimento prestado.

Lizandro era filho do atual prefeito do município de Três Coroas, Rio Grande do Sul. Ele foi assassinado durante uma tentativa de assalto em uma de suas duas lojas de calçados, em Curitiba, na tarde de sábado.

Outro

O latrocínio ocorrido na semana passada, que vitimou a empresária Sônia Modesto, 32 anos, também está sem solução. No último dia 20 ela foi encontrada morta na Rua Ulisses Aurélio Vizinoni, na Colônia Augusta, atrás do Parque dos Tropeiros, Cidade Industrial de Curitiba. A empregada dela foi baleada no mesmo lugar e hospitalizada. Na ocasião os marginais roubaram o carro da empresária, que foi encontrado dias depois. O roubo do automóvel levou a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos a investigar o caso inicialmente, porém esta semana o inquérito foi transferido à Delegacia de Homicídios. ?O roubo do carro foi apenas um pretexto para despistar a polícia, pois o objetivo não era este?, disse o delegado Adonai Armstrong, que trabalha com a possibilidade de execução.

?Já temos algumas informações sobre a autoria. Esse é um caso bem complicado, uma nuvem de fumaça que pode revelar um história intrigante?, finalizou Armstrong, sem revelar mais detalhes.