Um homem foi assassinado dentro de casa por dois homens na noite de quinta-feira (22), em São José dos Pinhais. Menos de quatro horas depois do crime, um dos atiradores foi localizado pela Guarda Municipal e preso. Ele confessou o homicídio.

Às 21h30, Tiago Júlio Batista, 26 anos, foi chamado no portão de casa, na Rua Teodoro Franco de Oliveira, no bairro Afonso Pena, por dois homens em uma motocicleta. Quando ele se aproximou do portão, percebeu que os homens estavam armados e tentou correr novamente para dentro de casa, mas foi perseguido.

A dupla derrubou o portão a chutes e matou Tiago com cinco tiros no pescoço, na cabeça, no peito e na barriga, ainda no quintal. A esposa da vítima, que estava dentro da residência, se jogou no chão quando ouviu os disparos, e ficou desesperada. Os atiradores fugiram com a moto.

Testemunhas anotaram a placa e repassaram para os guardas municipais, que foram até a residência do proprietário. Willian de Araújo, 22 anos, foi preso 1h30 de ontem com um revólver calibre 38, com seis munições intactas, e a moto.

A arma será encaminhada para o Instituto de Criminalística, onde passará por exame de balística para que seja confirmado se ela foi utilizada no homicídio de Tiago e municiada novamente.

Em depoimento, Willian explicou que a morte de Tiago foi motivada por um desacerto comercial. O outro acusado do crime já foi identificado e é procurado pela Polícia Civil de São José dos Pinhais.

Baleado

A um quilômetro do local onde Tiago foi assassinado, ainda no bairro Afonso Pena, um homem foi baleado por volta das 5h de hoje (23). Josias Nogueira Bretas, 28 anos, foi resgatado por socorristas do Siate na Rua Lourenço José de Paula em estado grave, e foi encaminhado inconsciente ao Hospital São José. A polícia investiga se os casos podem estar relacionados.