Policiais civis da delegacia de Araucária solucionaram dois crimes ocorridos neste fim de semana (22 e 23). Uma pessoa foi presa por homicídio, na noite de domingo (23), e dois suspeitos de mutilar um rapaz de 18 anos, na noite de sábado (22), já foram identificados e são procurados pela polícia.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, titular da delegacia de Araucária, o rapaz teve várias lesões no crânio e outras partes do corpo, além de ter seu pênis decepado. A vítima foi socorrida pelo Siate e está internada na UTI do Hospital do Trabalhar. “A parte decepada foi localizada, enterrada nos fundos de um terreno, e levada ao pronto-socorro para higienização, mas não havia mais condições de reimplante, segundo médicos”, explicou o delegado.

Ainda segundo Recalcatti, a vítima estaria ingerindo bebida alcoólica com os suspeitos do crime, quando a briga começou. “Pediremos a prisão preventiva de Osvaldo Fernandes de Oliveira, 22 anos, e Marcos Freitas, que são os suspeitos deste crime”, explicou.

O delegado ainda contou que a mãe de um dos acusados esclareceu que a dupla pensou que tinha matado o rapaz e o jogou em sua cama. Assim, a mulher desmentiu a versão que a vítima tinha sido agredida por tê-la estuprado.

“Oliveira e Freitas devem ser indiciados por tentativa de homicídio com lesões corporais graves”, disse Recalcatti. Ele ainda explicou que o pênis da vítima foi armazenado em formol e encaminhado para exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal.

Prisão – Antônio Cezar Vieira Prince, 34 anos, foi preso por policiais militares, quando iria se apresentar na delegacia da Araucária, depois de matar Amilton Pereira. “Ele degolou seu namorado, com um foice, e declarou ter cometido o crime por não querer mais manter o relacionamento”, disse o delegado. Prince foi autuado em flagrante por homicídio e está detido na delegacia de Araucária à disposição da Justiça.