Dois adolescentes de 16 anos que vinham de Querência do Norte de ônibus foram apreendidos pela Central de Inteligência da Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (28).

Nas malas, no lugar de roupas, guardavam 49 tabletes de maconha, em um total de 42 kg da droga. Embora tenham alegado que compraram o entorpecente para vender em Araucária, cidade onde moram, a polícia acredita que eles eram apenas “mulas”, ou seja, faziam apenas o transporte.

Os policiais receberam uma denúncia de que na madrugada de hoje duas pessoas trariam uma quantidade de droga em um ônibus da Viação Expresso Maringá, vindo do interior do Estado.

Uma operação com três equipes do serviço reservado foi montada próximo ao chafariz no final da Avenida Sete de Setembro com a Avenida Silva Jardim, local onde os suspeitos iriam descer.

Perto das 7h, dois adolescentes com as características dos suspeitos carregando duas bolsas desceram de um ônibus. “Fizemos a abordagem e durante a vistoria foi localizada a droga. Quase não tinha roupa nas bolsas, estava bem descarado”, informou um soldado que participou da operação.

Os garotos foram encaminhados à Delegacia do Adolescente. Embora eles tenham dito aos policiais que iriam vender a maconha em Araucária, a PM acredita que eram apenas responsáveis pelo transporte da droga.

“Sabemos que os menores são usados como ‘mulas’ para grandes traficantes, porque são apreendidos e ficam poucos dias”, afirmou o agente. A investigação para identificar outros possíveis envolvidos no esquema deve ficar com a Polícia Civil.

A PM informou ainda que a droga veio do Paraguai, através da cidade de Amambai, no Mato Grosso do Sul. “Estão mudando a rota de tráfico, porque a fiscalização foi reforçada em Guaíra e em Foz do Iguaçu”, destacou o soldado.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook