Dois corpos foram encontrados na grande Curitiba na tarde de segunda-feira. Os homens podem ter sido vítimas de tortura.

O primeiro caso foi registrado no Bairro Alto, às 16h30. Amigos de José Eduardo de Oliveira Rosa, 44 anos, foram visitá-lo na casa onde ele vivia há cinco anos, na Rua Alberico Flores Bueno, e o encontraram morto. Ele estava deitado sobre a cama, vestindo apenas uma camiseta, com um travesseiro sobre o rosto e duas facadas no peito.

De acordo com a equipe do Instituto de Criminalística, o crime aconteceu pelo menos três dias antes. José era funcionário público estadual, e familiares da vítima não souberam informar nenhum possível motivo para tanta violência. A Delegacia de Homicídios segue investigando o caso.

Uma hora depois, em Pinhais, uma caixa grande de televisão chamou a atenção de moradores na Estrada Ecológica. Quando eles se aproximaram para ver o que tinha dentro, encontraram o corpo de um homem identificado como Miguel Rodrigues de Freitas.

A vítima foi agredida até a morte, amarrada com fios de luz e enrolada em um cobertor. O corpo foi colocado na caixa e abandonado no terreno baldio. O delegado Fábio Amaro, titular da Delegacia de Pinhais, aguarda o comparecimento de familiares da vítima para buscar pistas sobre a autoria do crime.