O comerciante José Inácio da Silva, 46 anos, foi morto com vários tiros, pouco depois das 21h, na Rua Guabirotuba, no Prado Velho, em Curitiba. Ele estava em seu bar quando um rapaz, já identificado pela polícia, entrou no estabelecimento e efetuou os disparos.

No Bar e Distribuidora Bueno, poucas mercadorias que estavam atrás do balcão indicavam que ali funcionasse um comércio sério. Garrafas vazias, canecos de times e até uma Bíblia, mas nada que pudesse realmente ser vendido.

Segundo Anderson de Souza Bueno, cunhado da vítima, um menino de aproximadamente 11 anos discutiu com Inácio durante a manhã de sexta-feira. ?Só sei que o Inácio estava muito bravo com o piá. Daí, agora à noite o cara entrou e descarregou o 38?, contou.

Para o investigador Roberto Dias, da Delegacia de Homicídios, o crime possivelmente está relacionado ao tráfico de drogas. ?A forma como foi morto e os relatos das testemunhas apontam para essa linha de investigação?, disse Dias.

Inácio era pai de cinco filhos e estava tocando o comércio desde janeiro. ?Ele já tinha ficado preso por homicídio, mas não foi por isso que ele morreu?, falou o cunhado.

O soldado Luiz, do Regimento de Polícia Montada (RPMont), disse que já existe um suspeito, morador na região e que possui todas as características informadas pelas testemunhas.