A forte chuva da noite de segunda-feira, não impediu que dois homens armados, em uma motocicleta, fossem até o bar Papa-Léguas, na Rua Rosa Alves Pereira, Vila São Cristovão, em Piraquara, e baleassem o proprietário com vários tiros. José Adão Antunes, 57 anos, conhecido como “Índio”, morreu antes da chegada do Siate.

Segundo o delegado Osmar Feijó, ele era investigado pela delegacia. “Há várias denuncias anônimas no 181, que o estabelecimento era ponto de venda de drogas”, explicou.

O delegado disse que resta saber o motivo do crime. “Pode ser que ele tenha tido algum desentendimento com quem ele pegava a droga para vender, ou algum usuário que estava lhe devendo”, supôs Feijó.

Investigação

O delegado disse também que investiga se outras pessoas da família de “Índio” estão envolvidas com o tráfico. “Por enquanto, trabalhamos em cima das denúncias, mas vamos ouvir as pessoas da família e averiguar com bastante cautela as denúncias anônimas, antes que outras pessoas sejam assassinadas.”