Dando continuidade às investigações sobre o bingo que funcionava ilegalmente no centro de Curitiba, que foi "estourado" na sexta-feira, o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), descobriu que várias contas, entre elas a de energia elétrica, estavam em nome de Cresus Coutinho Camargo, que é tio do vereador Fábio Camargo.

O bingo clandestino estava instalado em um barracão, nos fundos do estacionamento situado na Rua Vicente Machado, 643. O superintendente do Cope, Roberto Assis, disse que as novas informações foram dadas para a Secretaria de Segurança Pública, que deverá comunicar a Polícia Federal.

Bingo

A casa de jogos estava sendo gerenciada por Maurício Fele, 48 anos, que foi conduzido ao Cope, onde foi feito um termo circunstanciado, já que jogo de azar é uma contravenção penal. "Ele assumiu que as máquinas eram suas", disse Roberto. Na ocasião foram apreendidas uma roleta eletrônica, 43 máquinas de vídeo loteria e R$ 8 mil.