Portos Casela
Sabe-se que uma
das vítimas é homem.

Dois corpos em avançado estado de decomposição foram encontrados ribanceira abaixo, em meio a um matagal fechado, no final da tarde de domingo, na localidade de Fervido, zona rural de Colombo. Entretanto, a retirada dos cadáveres ocorreu apenas na manhã de ontem.

Os corpos estavam distantes cerca de cinco metros um do outro, sendo que em um deles, o crânio estava separado do corpo a uma distância de três metros. Devido a decomposição, não foi possível distinguir o sexo de uma das vítimas. Um dos cadáveres é de um homem.

Quem encontrou os cadáveres foi Helena Faria, moradora da região. Ela estava no matagal, à procura de lenha, quando deparou com os mortos. "Estou assustada até agora. É a primeira vez que acontece isso por aqui", disse.

O superintendente da delegacia de Colombo afirmou que vai fazer um levantamento dos boletins de ocorrência com registro de pessoas desaparecidas em Colombo e cidades vizinhas para tentar obter alguma pista. Também vai aguardar o resultado dos exames, que serão realizados no IML de Curitiba, para dar prosseguimento às investigações.