Dois homens foram presos acusados de três roubos em São José dos Pinhais. Eles foram reconhecidos pelas vítimas. Um carro foi recuperado.

Jonathan Martins, 29 anos, e Kelcio Portes de Brito, 33, estavam em um Corsa na Rua Júlia Pallu Zen, no Jardim Ouro Fino, quando viram uma viatura da Polícia Militar que seguia para uma ocorrência. Eles se assustaram, aumentaram a velocidade para fugir e despertaram suspeita da equipe, que iniciou a perseguição.

Os suspeitos bateram o carro na lateral de um caminhão na BR-277, seguiram a fuga pelo Jardim Cruzeiro e saíram na Rua Comandante Aviador Paulo Lepinski, que dá acesso ao aeroporto. Eles foram cercados pelo subtenente Padilha, pelo Soldado Rui e pelo Sargento Rodrigo às 9h20, abandonaram o carro e continuaram a fuga a pé por um matagal, onde foram capturados.

Roubos
A dupla foi reconhecida pela proprietária do Corsa, que foi rendida quando parou em um semáforo no centro de São José às 7h40. De acordo com ela, um deles bateu no vidro e anunciou o assalto. Ele queria levá-la junto, mas ela conseguiu sair do carro com a bolsa na mão. Ele retirou o celular de dentro da bolsa e entrou no veículo.

A vítima ainda tentou pedir socorro para um homem que estava na esquina, mas descobriu que ele dava cobertura para o assaltante. Ele também entrou no carro e a dupla fugiu.

Outra mulher, que teve a bolsa roubada na Alameda Arpo às 8h, reconheceu a dupla e garante que eles já estavam no Corsa quando a assaltaram. Funcionários de uma lanchonete roubada no sábado na Vila Braga também reconheceram um deles. Três invadiram o estabelecimento.

A arma vista pelas vítimas não foi encontrada com os suspeitos, nem a bolsa da segunda vítima. O celular da proprietária do Corsa também desapareceu. A polícia acredita que, entre os roubos e a prisão, eles tiveram tempo de negociar os produtos roubados e até peças do carro.