Valdemir e João Carlos caíram com a
maconha ao chegar na rodoferroviária.

Investigadores do Grupo Fera e da Delegacia Antitóxicos (Datox)conseguiram impedir que aproximadamente 20 quilos de maconha prensada fossem vencidos em Curitiba e Araucária. Na madrugada de ontem, os policiais prenderam em flagrante João Carlos da Silva, 37 anos, o “Carlão” e Valdemir Pontes, 27, na Rodoferroviária. Os dois foram autuados por tráfico de drogas.

Através de informações de que pessoas estariam trazendo drogas de Foz do Iguaçu, a polícia começou a fazer investigações até chegar a Valdemir. De acordo com a delegada Rosalice Benetti, o homem saiu de Foz carregando quarenta quilos de maconha em mochilas com destino a São Paulo. Na capital paulista, ele deixou metade da mercadoria e partiu para Curitiba.

Prisão

Ao desembarcar na rodoferroviária, Valdemir foi recebido por “Carlão”. Nesse instante, a polícia -que já estava “de olho” na dupla- realizou a prisão. Em uma mochila foram apreendidos 19 quilos e 345 gramas de maconha, droga dividida em tabletes de diversos tamanhos. A equipe de policiais deu voz de prisão aos homens, que foram levados à sede da Dinarc (Divisão de Narcóticos) e apresentados à imprensa. Os dois não quiseram prestar nenhum esclarecimento sobre a origem da droga.

A delegada Rosalice informou que “Carlão” – que disse ser ex-policial militar – já tem passagens por roubo e tráfico de drogas. Nada consta nos registros da polícia contra Valdemir.

A polícia vai continuar as investigações no intuito de descobrir a origem da droga.