Dois assaltantes foram mortos em confronto com a Polícia Militar, por volta das 20h de ontem (04), no Jardim Iguaçu, Araucária. Os indivíduos, não identificados, assaltaram uma residência no bairro Cachoeira, em seguida roubaram um carro dentro de uma oficina, mas a polícia já estava no encalço e a perseguição se estendeu por cerca de dois quilômetros. Neste percurso, dentro de área residencial, houve quatro pontos de troca de tiros, até que os marginais perderam a direção do Meriva roubado e foram parar dentro de um terreno baldio, na Rua Rio Grande do Sul.

A dupla abandonou o veículo e atravessou outros dois terrenos com capim alto, no loteamento Torres, até se esconder em um matagal ao lado da Rua Paulo Alves Pinto. “Corremos para o mato. Um deles fez menção em se render, mas quando me aproximei, o outro disparou. Revidamos e os dois foram atingidos”, disse o cabo Ari do 17º Batalhão, que por pouco não foi baleado. Além de quatro policiais militares, alguns guardas municipais também participaram no cerco aos bandidos.

A proprietária do carro roubado disse que os assaltantes aparentavam bem jovens, com menos de 20 anos, e foram muito violentos. “Tinham acabado de roubar a casa do meu vizinho. Entraram correndo na minha oficina e pediram a chave do meu carro. Saíram cantando pneu e logo depois ouvi as sirenes das viaturas e os tiros”, relatou Eugenia de Jesus. Ele estava com o marido no momento do assalto, além de um cliente, acompanhado das filhas pequenas.

Com os dois mortos a polícia encontrou dois revólveres calibre 38. Outra arma do mesmo calibre estava jogada ao lado do Meriva abandonado. Os corpos foram recolhidos pelo IML, para serem periciados e identificados.

Lineu Filho
… logo depois de abandonar Meriva roubada na beira do mato.