Policiais civis do Núcleo Metropolitano da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), com apoio de policiais rodoviários federais, prenderam, por volta das 22h de quarta-feira (16), dois traficantes de drogas com 20 quilos de maconha.

Desta droga, dois quilos eram de uma maconha mais potente, conhecida como “Flor de maconha”, que custa três vezes mais que a maconha comum. “O quilo da droga comum custa cerca de R$ 800, já a dessa droga mais potente pode passar de R 2 mil”, contou o delegado titular do Núcleo Metropolitano da Denarc, Guilherme Rangel.

Rangel contou que a Denarc estava fazendo uma fiscalização nos ônibus que passam pelo Posto da PRF em São Luís do Purunã, na pista sentido Foz-Curitiba e abordaram um ônibus de turismo com Cleverson Mendes Batista, 21 anos.

“Nós tínhamos a informação de que ele estaria vindo de Foz com a droga. Fizemos a abordagem e identificamos o entorpecente em três mochilas, mas sem que o traficante soubesse”, contou o delegado.

Na sequência da ação, o delegado explicou que os policiais resolveram deixar o traficante ir até o seu destino, que era um hotel no centro de Curitiba. “Nós o acompanhamos, sem ele saber. Naquele momento ele já estava preso, mas não sabia. Chegando no hotel, prendemos também Lucas Rafael Cortês, 19 anos, que aguardava pela droga. Um homem que estava no carro esperando por Cortês conseguiu fugir”, contou o delegado. O delegado disse que os dois homens serão autuados por tráfico e associação para o tráfico.