Usando uma pequena serra dois presos escaparam às 4h da madrugada de ontem do xadrez da delegacia de Almirante Tamandaré. Após serrar a grade, Odair Rogério da Silva, 22 anos, passou por uma janela que estava com os vidros quebrados e ganhou a liberdade. Um outro detento, que não teve o nome divulgado, conseguiu sair pelo mesmo local, mas só chegou até o telhado e foi recapturado pelos investigadores Sérgio Cripa, Turman, Tadeu e Zezinha. Odair conseguiu ir um pouco mais longe e foi localizado em Araucária, na casa de parentes.

Ele contou que pediu para seu cunhado trazer uma serra, que foi passada dentro de uma blusa. A serra chegou em suas mãos esta semana e em poucas horas abriu um buraco na grade. Em seguida, saiu sem ser percebido pelos policiais. “Eu não contei para nenhum preso e nem convidei ninguém para vir comigo. Mas um deles, que não sei o nome, aproveitou para fugir. Foi depois que eu saí”, relatou Odair, que está preso por receptação há 45 dias e aguarda julgamento.

O investigador Sérgio Cripa disse que o plano era que familiares de Odair fossem resgatá-lo próximo à delegacia. “Não deu certo porque eles vieram de fusca e o veículo acabou quebrando no meio do caminho”, relatou o policial.

Ele disse que mesmo assim, Odair chegou na residência de familiares em Araucária, onde foi recapturado. Sua mulher, Cleusa e seu irmão Márcio da Silva foram conduzidos à delegacia e autuados por facilitação de fuga. (VB)