Odair e Orlando: receptadores.

Quatro telefones celulares, dois toca-Cds, duas máquinas fotográficas, carregadores de celular e duas furadeiras foram apreendidos pelos investigadores Edinilson, Antônio e Aldemar, da Delegacia de Furtos e Roubos. A apreensão ocorreu na casa de Orlando Machado, 39 anos, na Rua Sérgio Ludek, Jardim Botânico. Ele e Odair Narciso dos Santos, 21 anos, foram conduzidos à delegacia e indiciados por receptação pelo delegado Alfredo Dib. Foi um telefonema anônimo dado à delegacia que denunciou Orlando. De acordo com a pessoa ele compra produtos furtados e havia acabado de adquirir quatro aparelhos de celular na manhã de ontem.

Liberado

Apesar de estar de posse dos objetos e confessar o crime, Odair não foi autuado em flagrante. “Ele é paraplégico e a nossa delegacia não tem condições de mantê-lo na carceragem. Além do que, acredito que não representa perigo à sociedade”, explicou Dib.

Ele disse que as investigações continuam para identificar e prender as pessoas que vendem os objetos furtados e roubados para Odair.

Ele disse que trabalha como vendedor de doces. “Às vezes aparecem celulares, câmaras e outros objetos e eu compro para fazer negócio. Não sei se é furtado porque nunca perguntei a origem”, alegou. envolvimento no crime.