A liberdade do ex-presidiário Antônio Marcos de Quadros, 23 anos, durou apenas seis dias. Às 15h30 de ontem, ele foi assassinado a tiros dentro da casa de sua namorada, na Rua Itararé, Jardim Itajubá, Guatupê, em São José dos Pinhais. Um suspeito foi detido e levado à delegacia local para averiguações.

Vizinhos viram quando um homem, em um Santana, parou em frente à casa da mulher e chamou a vítima pelo nome. Antônio ainda teria sido orientado a não atender, mas insistiu com a namorada que conhecia a pessoa que o chamava. Quando abriu o portão, levou o primeiro tiro. Tentou correr para os fundos da casa, mas foi alcançado e atingido por vários disparos de pistola calibre 380.

O suspeito do Santana foi detido pela Polícia Militar nas proximidades. A delegacia deve divulgar hoje se a autoria do crime foi ou não confirmada. Segundo levantou o investigador Edmilson,Antônio saiu da Colônia Penal Agroindustrial na quarta-feira da semana passada, onde cumpria pena por tráfico de drogas.

Marca

Na mesma quadra da Rua Itararé, outras pessoas foram assassinadas, principalmente por causa do tráfico de drogas. O último crimes foi um triplo homicídio, ocorrido no bar ao lado da casa da namorada de Antônio. Do outro lado da rua, onde os corpos ficaram espalhados, os familiares das vítimas mantém uma cruz com os nomes e a data do crime: 5 de agosto de 2011. “Já perdi as contas de quantos corpos vi estendido nesta rua e neste matagal”, relatou o investigador Edmilson.