Divulgação
Rapaz está sem identificação no IML.

Um dos rapazes agredidos e jogados de uma ponte a uma altura de mais de dez metros, na Vila Liberdade, em Colombo, foi encontrado morto no começo da manhã de ontem. Ele estava desaparecido desde as 20h de quarta-feira, quando foi atirado da BR-116 no Rio Palmital, por seis indivíduos. Pouco depois, duas vítimas foram resgatadas pelos bombeiros.

Uma delas, um rapaz, aparentando 25 anos, morreu dentro da ambulância do Siate, e a outra um garoto de 14 anos que foi socorrido. As duas vítimas fatais permanecem sem identificação no Instituto Médico-Legal. No meio da madrugada, outro garoto apareceu em um condomínio, ferido e pedindo ajuda. Ele também teria sido jogado da ponte.

Satisfações

Na delegacia do Alto Maracanã, responsável pela investigação do duplo homicídio, foi registrado boletim de ocorrência. Porém, os policiais informaram que comentários no local do crime eram que o trio teria assaltado uma jovem na rodovia. A vítima teria relatado o ocorrido na vila onde morava e seus amigos foram ?tirar satisfações?. Segundo o superintendente José Braga, os amigos da moça estavam armados com paus, pedras e uma espingarda. Depois de dar uma surra no quarteto, jogaram os rapazes da ponte.

De acordo com o relato do adolescente que sobreviveu, os quatro estavam parados, quando surgiram seis rapazes, que, sem falar nada, passaram a espancá-los e, em seguida, os jogaram da ponte. O sobrevivente alegou não conhecer a dupla que morreu nem os agressores.