O mato alto de um terreno baldio do Jardim Jurema, em São José dos Pinhais, escondia o resultado de um crime cruel. Na tarde de ontem, um corpo carbonizado no chamado “micro-ondas” foi encontrado por moradores. A polícia não conseguiu identificar nem o sexo da vítima por cadáver também estar em estado avançado de decomposição.

Ao redor do corpo estavam os restos de pneus incendiados. A “técnica” de execução é usada por quadrilhas de traficantes de drogas, principalmente cariocas, para aumentar o sofrimento de usuários devedores ou rivais. Consiste em imobilizar a vítima no centro de uma coluna de pneus e atear fogo.

O terreno fica na Rua Doutor Nivaldo Enio de Moura Costa, e mesmo com várias casas ao redor, pouco foi revelado pela vizinhança à polícia. “Conversamos com alguns moradores, porém ‘ninguém sabe, ninguém viu’. Acho difícil não terem testemunhado nem a fogueira feita com pneus”, disse o chefe de investigação Edmilson, da delegacia local.

O policial aguarda o laudo do Instituto Médico-Legal, que fará a identificação da vítima pelo DNA, para continuar a investigar o crime. “Pelas características superficiais, parecia ser um homem. O laudo também vai apontar se houve alguma lesão por arma de fogo ou faca”, comentou Edmilson. Quem tiver informações que ajudem a polícia, deve entrar em contato pelo telefone 3299 1500.