Cartão telefônico, cortador de unhas, pente, carteira de cigarro e uma caneta com o nome de Sebastião foram os objetos encontrados no bolso do homem encontrado morto, na manhã de ontem, na zona rural de Quatro Barras. A vítima, que aparentava entre 45 e 50 anos, estava sem documentos e foi assassinada com um tiro no queixo.

O corpo foi localizado, por volta das 7h30, por um casal que mora no bairro Borda do Campo. Debaixo de garoa fina, a dona de casa Daiana França da Silva, 23 anos, acompanhava o marido ao trabalho, descendo a Rua da Cavo, quando viu o cadáver. Ele informou ainda que, pouco antes, viu um Fiesta vermelho deixando o local. “Não sei se eles desovaram o corpo ou estavam ali só para observá-lo”, disse.

Tiro

Daiana chamou a Polícia Militar. A vítima é um homem baixo, magro, de pele clara e cabelos pretos. A jaqueta de náilon cinza escuro levava a crer que trabalhava como cobrador de ônibus. Os bolsos da calça marrom pareciam estar revirados. Por baixo do agasalho, usava blusa de lã de cor escura e camisa preta. Calçava sapatos e meias azuis.

Segundo a perita Clélia Hamera, do Instituto de Criminalística, o homem foi ferido com um tiro no queixo que saiu pela cabeça. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML), onde aguarda identificação.