Duas mulheres foram esfaqueadas no centro de Curitiba durante a madrugada de ontem, mas em situações distintas.

As tentativas de homicídio foram registradas na Rua Visconde de Guarapuava e no calçadão do Largo da Ordem, ambas atendidas por socorristas do Siate.

No início da madrugada, uma mulher de 34 anos foi encontrada caída no calçamento da Rua Visconde de Guarapuava, quase em frente a uma loja de material de construção. Ela apresentava ferimentos pelo corpo causados por faca e também um profundo corte na cabeça. A vítima foi socorrida pelo Siate e encaminhada ao Hospital Cajuru. De acordo com o PM Rondinelli, do 12.º Batalhão, durante o atendimento médico, a mulher contou aos policiais que era prostituta e que um desacerto no preço do programa resultou na agressão.

Testemunhas relataram que a vítima foi jogada de dentro de um táxi, modelo Parati. Haviam dois homens dentro do veículo. Pelos comentários, a vítima foi agredida ainda dentro do carro, recebendo quatro facadas. Na queda, ao ser jogada para fora do táxi, ela bateu com a cabeça no meio-fio, o que provocou um corte profundo. Viaturas da PM realizaram buscas pela região central atrás do carro suspeito, mas não obtiveram êxito.

O local onde a garota de programa foi agredida é um famoso ponto de prostituição da cidade.

A outra tentativa de homicídio ocorreu por volta das 5h25. Socorristas do Siate prestaram atendimento a uma mulher de 38 anos com ferimentos graves, a qual foi conduzida ao Hospital Evangélico. Ela recebeu duas facadas na barriga e mais uma na boca. Devido ao último ferimento, a vítima não pôde contar como foi ferida.

Há informação de que um ex-amásio dela teria sido o responsável pelos golpes, que aconteceram após uma discussão. A vítima foi agredida quando passava pelo calçadão do Largo da Ordem, em frente aos tradicionais bares lá existentes.