Pedro de Santana bateu o carro que conduzia contra um poste às 9h40 de segunda-feira, na Rua Adari Fernando Visinoni, na Cidade Industrial de Curitiba. De acordo com testemunhas, assim que desceu do veículo, ele foi violentamente agredido a pauladas e pedradas por pessoas que estavam nas proximidades.

Ele foi encaminhado em estado grave ao Hospital Evangélico, onde morreu às 17h30. De acordo com o delegado Dirceu Schactae, do 11º Distrito Policial, já há informações sobre pelo menos dois dos agressores, mas ainda será necessário ouvir mais testemunhas para esclarecer o motivo da violência.