O estudante Lucas Augusto de Carvalho, 18 anos, foi esfaqueado no início da noite de domingo, na Rua Inácio Lustosa, São Francisco em Curitiba. O jovem, conhecido como “Guto”, teria sido atacado por volta das 19h40, por skinheads (cabeças raspadas), grupo ligado à ideologia neonazista. Ele chegou a ser encaminhado pelo Siate ao Hospital Evangélico, onde morreu pouco tempo depois.

Como a carteira e o celular da vítima foram roubados, o caso está sendo investigado como latrocínio pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Segundo informações da Polícia Militar, Lucas e outros jovens teriam ido a um shopping na região, quando foram perseguidos por dez rapazes carecas e vestidos de preto, que se intitulavam skinheads.

Cerco

Lucas e os outros jovens teriam ido até as imediações do Cemitério Municipal, quando o grupo se separou. Na esquina com a Rua Portugal, o estudante foi cercado, agredido e esfaqueado pelo bando.

Depois do crime, os agressores fugiram a pé. A DFR não confirmou que skinheads estejam por trás do crime e espera esclarecer o caso com o depoimento de testemunhas. O estudante morava em Araucária e trabalhava como estagiário na prefeitura daquele município.