O ex-secretário de Turismo de Matinhos Ziulei Honorato dos Santos conseguiu provar, na Justiça, que não teve envolvimento num caso de pedofilia denunciado pela família de duas adolescentes da cidade em novembro do ano passado. À época, O Estado noticiou que o ex-secretário, acusado de ter mantido relações sexuais com uma das garotas, chegou a ser levado à delegacia local junto com o gerente bancário Paulo Zamboni, dado como seu amigo. Zamboni, por sua vez, foi indiciado por violência sexual e pela publicação de fotos das adolescentes na internet e, agora, responde a processo na Justiça.

Para Santos, que na ocasião pediu exoneração do cargo na Prefeitura, seu envolvimento teve cunho político. ?Perdi minha vida. Estou até agora tentando sair desse imbróglio político. Eu era o braço-direito do prefeito (Francisco Carlin dos Santos)?, conta. Quando a polícia chegou à casa de Zamboni para prendê-lo, familiares das adolescentes entregaram uma foto de Ziulei com uma das garotas. Ele foi chamado a ir ao local e, em seguida, levado à delegacia. ?Acabou-se provando que era montagem?, conclui.

O arquivamento dos autos contra Ziulei, solicitado pelo Ministério Público por falta de provas, foi acatado pela juíza Sueli Fernandes da Silva, da comarca de Matinhos, em setembro deste ano. Na mesma ocasião, Zamboni foi denunciado. O caso do amigo, porém, o ex-secretário prefere não comentar. ?Ele é outra história?, justifica Santos, que já foi convidado a retomar o cargo na Prefeitura, mas recusou, garantindo que não volta à política.