Josiano Soares, 27 anos, o “Geminha”, foi assassinado a tiros na noite de domingo, em Campina Grande do Sul. O fato ocorreu na Rua Leonardo Francicheli, Jardim Paulista, por volta das 20h40. Josiano levou dois tiros na cabeça e outro na barriga. Morreu na hora.

Segundo Juliano Soares, irmão da vítima, Josiano morava no Jardim Menino Deus, em Quatro Barras. Trabalhava como “caddie” (carregador de tacos de golfe para os jogadores) no Clube Curitibano.

Na noite de domingo, chegou do trabalho, jantou e foi para a rua, não se sabe para onde. Quando andava pela Rua Leonardo Francicheli, um rapaz se aproximou e atirou nele.

Segundo apurou o supervisor Fabris, da Guarda Municipal, testemunhas viram um homem vestindo uma blusa cinza sair correndo do local. Apesar disso, ninguém apurou detalhes do matador. O caso está sob a investigação da delegacia do município.

Josiano estava separado da mulher, com quem teve três filhos. Segundo seu irmão, ele trabalhava como caddie no Clube Curitibano desde os 10 ou 11 anos. Há algum tempo começou a usar drogas, mas Juliano não soube dizer se o irmão já havia parado ou se ainda continuava no vício.