Jovem sem identificação levou
tiros no rosto e na testa.

Às 20h de sábado, moradores da estrada Colônia Augusta ouviram disparos de arma de fogo e observaram um carro branco, parado em frente a porteira de uma chácara. Ligaram para a Polícia Militar, mas nenhuma viatura foi deslocada para verificar a ocorrência. Ontem pela manhã, os moradores notaram que o carro permanecia parado no mesmo local e decidiram verificar. No interior do carro estava o corpo de um homem, assassinado a tiros.

Por volta das 9h de domingo, viaturas da Polícia Militar, da Delegacia de Homicídios e da Polícia Científica compareceram ao local para dar início às investigações sobre o crime. A vítima, de aproximadamente 35 anos, estava sentada no banco do motorista do Santana, com tiros na cabeça. Ele foi executado provavelmente por um outro homem que o acompanhava. No interior do veículo, foi encontrada apenas uma lata de cerveja e, no porta-malas, um cachimbo para fumar drogas. A vítima não portava nenhum documento e sua carteira não foi localizada.

Carro

Aos policiais foi relatado por um dos moradores locais que, minutos após os disparos, foi ouvida a aproximação de mais um veículo, que provavelmente veio buscar o assassino. “O carro passou numa velocidade moderada, fez a volta, recolheu alguém e, depois, saiu em disparada”, contou o morador, ressaltando que ultimamente a estrada tem sido utilizada por viciados que vão até lá para fumar maconha ou usar outras drogas.

De acordo com as primeiras análises foi constatado que a vítima recebeu tiros no olho esquerdo e outro na testa. Em suas vestimentas nenhuma pista ou documento foi encontrado. O carro Santana estava com a placa adulterada: AOJ-6562. Segundo a polícia, o carro estava com alerta de roubo desde 2002.