O pedido de um cigarro é uma das poucas pistas que a Delegacia de Homicídios tem sobre a morte do auxiliar de padaria Luís Eduardo de Oliveira Bicudo, 18 anos, assassinado na Rua Cajamanga, no Uberaba, no final da noite de sexta-feira. Segundo conta Valcir de Córdova Bicudo, pai da vítima, o garoto estava na festa de aniversário do avô, que fazia 83 anos, quando resolveu ir até a casa de uma amiga. O pai de Luís Eduardo conta que quando o jovem retornava da casa da amiga, que fica há aproximadamente 250 metros de sua casa, na Rua Jambo, dois rapazes se aproximaram e ele pediu um cigarro à dupla. Um deles cedeu ao pedido, porém o outro comparsa sacou uma arma e disparou contra a vítima, atingida nas costas, na altura do rim, de onde a bala transfixou até a barriga. A amiga de Luís, que mora há anos no bairro, disse que nunca viu a dupla na região.