Dois homens invadiram uma casa e atiraram em três pessoas, na manhã de sábado, na invasão Arvoredo, em Araucária. Anderson Gonçalves, 23 anos, que seria o alvo dos atiradores, e seu padrasto, identificado apenas como Edimilson, morreram na hora. A mãe de Anderson, Ivonete Gonçalves, 40, sobreviveu. O crime aconteceu por volta das 9h, na residência do casal, na Rua das Pitangueiras.

De acordo com o tenente Marcos, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, Anderson morava no Conjunto Caiuá, na Cidade Industrial. Na noite de sexta-feira, foi dormir com a mãe e o padrasto, em Araucária. Pela manhã, dois suspeitos invadiram o casebre de madeira e atiraram contra todos que estavam na casa. O rapaz e seu padrasto não escaparam. Ivonete foi socorrida pelo Siate, correndo risco de morte, e internada no Hospital Municipal de Araucária.

A polícia apurou que os atiradores moram na Vila Estrela, no Fazendinha, em Curitiba. Apenas Anderson seria alvo dos marginais e o casal foi baleado por estar na companhia dele.

Familiares contaram que duas crianças, com cerca de 10 anos, filhas de Edimilson e Ivonete, moram com o casal e dormem com os pais, no mesmo colchão. Porém, na noite de sexta-feira, dormiram na casa da avó.

O motivo do crime ainda é desconhecido, mas pode estar relacionado ao histórico criminal de Anderson. Ele era usuário de drogas e ficou dois anos preso.