Armando Stoeberl, 21 anos, foi preso terça-feira (19) em uma operação realizada pela Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), que fechou uma fábrica clandestina de isqueiros, em Prudentópolis, no interior do Estado. Na fabriqueta, em uma área residencial, na Vila Mariana, foram apreendidos cerca de 67.500 isqueiros.

Stoeber confessou que realmente remanufaturava em torno de 3.000 isqueiros por semana, e que tinha conhecimento do perigo que trazia para si, sua família e vizinhos, ao manipular e estocar a matéria prima e produtos finais. Ele utilizava um botijão de gás de cozinha com uma mangueira para recarregar as carcaças, sem qualquer segurança na recarga ou no armazenamento.

Conforme explica o delegado Vinícius José Borges Martins, o combate a este tipo de crime tem por objetivo resguardar a segurança dos consumidores, que compram um produto sem qualquer controle, e também resguardar a segurança do próprio suspeito, sua família e vizinhança, pois a fabriqueta funcionava irregularmente, de forma precária, com possíveis riscos de acidentes graves. O rapaz responderá em liberdade por crime contra a propriedade industrial.