Um cassino que funcionava num edifício no Centro foi fechado, na tarde de ontem, por policiais militares do serviço reservado com apoio do 12º Batalhão, após recebimento de denúncia anônima. A jogatina rolava solta numa sala do 12.º andar de prédio comercial na Rua Marechal Deodoro. Além de um atendente, 12 clientes, a maioria idosas, estavam no local. Dezenove caça-níqueis foram apreendidas.

A sala da jogatina ficava no fim do corredor, onde havia câmeras de segurança que monitoravam a entrada e saída dos apostadores, e tinha um atendente na recepção. O pagamento era feito em dinheiro, como avisava um cartaz na parede: “Não aceitamos cheque. Não fornecemos vale”.

Ano

O tenente Cantador, do 12.º Batalhão, acredita que a casa funcionava há pelo menos um ano. O atendente disse que trabalhava lá há cerca de 30 dias e ganhava R$ 250 por semana para ficar das 9h às 22h. O dono do cassino não foi encontrado. Além das máquinas, foram apreendidas no local certa quantia em dinheiro e bebidas.

Veja na galeria de fotos o cassino.