Durante os quatro dias do feriado prolongado de Corpus Christi, foram registrados 25 mortes nas rodovias paranaenses, 38,8% maior que no mesmo período do ano passado.

Apesar da queda de 7,7% na quantidade de acidentes (de 477 para 440), o número de feridos aumentou 28,8% (de 270 para 348), de acordo com os balanços das polícias rodoviárias Estadual e Federal.

Das 25 mortes, 17 aconteceram em rodovias estaduais. No entanto, em relação ao total de acidentes, as rodovias federais superaram as estaduais com 276 ocorrência contra 164.

Rodovias

Nas rodovias estaduais, o número de mortes é bem maior que o registrado no feriadão do ano passado, quando sete pessoas perderam a vida, apesar de a quantidade de acidentes ter diminuído, caindo de 186 para 164.

No ano passado, 134 pessoas também haviam ficado feridas em acidentes, número que cresceu para 184 neste ano. Já nas rodovias federais, o número de mortes diminuiu de 11 para oito e a quantidade de acidentes passou de 291 para 276, apesar de a malha rodoviária administrada pela PRF ter aumentado em cerca de 500 quilômetros. Apesar da melhora nos dados referentes ao número de mortes e total de acidentes, a quantidade de feridos aumentou de 136 para 164.