A Delegacia de Homicídios (DH) já tem a identificação oficial de ?Paulista?, assassinado na noite de terça-feira no Sítio Cercado, logo após ter saído de uma boate. Trata-se de Reinaldo Alves Machado, 37 anos, natural de São Paulo e com antecedentes criminais no Paraná, onde já respondeu a dois inquéritos policiais por tráfico de drogas e quatro processos judiciais. Com base nesse histórico, a polícia acredita que o homem foi morto por traficantes ou por algum desentendimento do passado.

O superintendente Dilso Morgerot, da DH, contou que ?Paulista? já esteve preso por duas vezes em Marechal Cândido Rondon, oeste do Estado, em 2001 e em 2004. Por uma destas prisões, ele já havia sido condenado a quatro anos e seis meses de prisão. Ele entrou no sistema penitenciário em junho de 2004 e, em dezembro de 2006, obteve o benefício do regime aberto, situação em que ainda estava quando foi assassinado. Apesar das informações, ainda há poucas pistas sobre os autores e o motivo do homicídio.