A violência em Curitiba e região metropolitana, que causou até fila de familiares no Instituto Médico-Legal, registrou 45 mortes, entre crimes, acidentes, afogamentos, suicídio e outras de causas ainda não apuradas.

Desde a noite de sexta-feira até o início da manhã de ontem, 26 pessoas foram assassinadas. Só Curitiba contabilizou 13 assassinatos, em menos de três dias, que serão investigados pela Delegacia de Homicídios.