Duas pessoas foram vítimas da violência, em Pinhais, na noite de sábado e na madrugada de ontem. Num dos casos, um sobrinho matou o próprio tio. Na outra ocorrência, um comerciante foi morto por assaltantes.

O primeiro crime aconteceu por volta das 23h30, num bar da Rua Silvino Salla, na Vila Perdizes, onde o pedreiro Nelson Cadore, 43 anos, estava reunido com amigos.

Em meio à conversa, ele começou a discutir com o sobrinho, Ivan Carlos Bernardon, 23, a respeito de um terreno. O jovem, que estava armado, partiu para a violência e atirou em Nelson, que morreu na hora.

Na fuga, Ivan entrou num Golf, onde um comparsa o aguardava. Porém, o veículo colidiu contra um poste e ambos foram presos pela Polícia Militar. De acordo com informações da delegacia, Ivan e o comparsa, identificado como Gilberto da Luz, foram autuados em flagrante por homicídio.

Latrocínio

No início da madrugada de ontem, o comerciante Marcilio Molinari, 46, foi surpreendido e morto por assaltantes, enquanto trabalhava em sua lanchonete, na Avenida Iraí, no Jardim Weissópolis. Dois indivíduos armados entraram no estabelecimento, não se importaram com a as várias pessoas que estavam no local e anunciaram o roubo.

A vítima, pai de três filhos, entregou R$ 200 aos bandidos. Porém, mesmo sem demonstrar reação, Marcilio foi morto com um tiro no peito. Os marginais fugiram com o dinheiro num Vectra branco e não foram localizados.